Tag Archives: Python

Python: PyCACIC

Ver post no novo domínio: http://blog.rogeriolino.com/2008/07/03/python-pycacic/

Cacic CACIC: “Primeiro Software Público do Governo Federal, resultado do Consórcio de
Cooperação entre a SLTI – Secretaria de Logística Tecnologia da Informação, do
Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão – MPOG e a DATAPREV – Empresa de
Tecnologia e Informações da Previdência Social, desenvolvido pelo Escritório
Regional da DATAPREV no Espírito Santo.

O Cacic é capaz de fornecer um diagnóstico preciso do parque computacional e
disponibilizar informações como o número de equipamentos e sua distribuição nos mais
diversos órgãos, os tipos de softwares utilizados e licenciados, configurações de
hardware, entre outras. Também pode fornecer informações patrimoniais e a localização
física dos equipamentos, ampliando o controle do parque computacional e a segurança
na rede.”

fonte: http://www.softwarepublico.gov.br/ver-comunidade?community_id=3585

PyCacic

Há bastante tempo existe a versão do Agente Cacic para Windows, versão bastante difundida não só no Brasil quanto no mundo, mas ainda não existia uma versão para GNU/Linux. O que para a comunidade de software livre era uma pena, diante da grande utilidade e compentência do Cacic.

E para felicidade geral foi lançada nesta segunda-feira (30/06/08) a versão rc1 (release candidate 1) do agente para GNU/Linux escrita em Python, no qual tive o prazer de ser um dos principais desenvolvedores junto com toda – excelente – equipe de desenvolvimento da Dataprev (URES – Unidade Regional Espírito Santo).

Esta versão conta com a praticidade de um gerador de pacotes preconfigurados (deb, rpm ou tgz genérico) para facilitar a instação nas estações. Coleta informações de software, hardware, variáveis de ambiente, informações de rede e patrimoniais, partições e unidades de disco.

O código fonte e pacotes podem ser baixados no próprio site da comunidade no Software Público Brasileiro.

Python: PyTETA

PatetaIncentivado por um trabalho de faculdade, no qual teria que fazer um simples sistema de chat (contando com um cliente e um servidor, também cliente) usando socket. Eu e Ulysses resolvemos então criar um protocolo para transferência de mensagem e utilizá-lo em nossos trabalhos para que posteriormente ambos consigam se comunicar. Surgiu então o protocolo P.A.T.E.T.A (Protocolo Aberto de Transferência Especialmente para Trabalhos Acadêmicos).

E tão bobo quanto o nome do protocolo surgiu o PyTETA versão feita em Python do comunicador baseado no protocolo PATETA. Imitando descaradamente o mIRC (só que infinitamente mais humilde), o sistema conta com envios de mensagens privadas (pvt), públicas e notificações de status dos outros usuários (mudança de nick, entrada, saída – exibindo a frase personalizada do usuário).

Para poder utilizar (caso tenha curiosidade) necessita ter além do Python 2.4, o GTK+, pygtk e pyglade. Estes últimos exclusivos da interface gráfica. O servidor pode tanto ser executado no prompt, quando pela interface gráfica.

Para quem é curioso em programação, vale a pena conferir o código. E se interessar, convido a participar lá no Google Code comigo.