Python: PyTETA

PatetaIncentivado por um trabalho de faculdade, no qual teria que fazer um simples sistema de chat (contando com um cliente e um servidor, também cliente) usando socket. Eu e Ulysses resolvemos então criar um protocolo para transferência de mensagem e utilizá-lo em nossos trabalhos para que posteriormente ambos consigam se comunicar. Surgiu então o protocolo P.A.T.E.T.A (Protocolo Aberto de Transferência Especialmente para Trabalhos Acadêmicos).

E tão bobo quanto o nome do protocolo surgiu o PyTETA versão feita em Python do comunicador baseado no protocolo PATETA. Imitando descaradamente o mIRC (só que infinitamente mais humilde), o sistema conta com envios de mensagens privadas (pvt), públicas e notificações de status dos outros usuários (mudança de nick, entrada, saída – exibindo a frase personalizada do usuário).

Para poder utilizar (caso tenha curiosidade) necessita ter além do Python 2.4, o GTK+, pygtk e pyglade. Estes últimos exclusivos da interface gráfica. O servidor pode tanto ser executado no prompt, quando pela interface gráfica.

Para quem é curioso em programação, vale a pena conferir o código. E se interessar, convido a participar lá no Google Code comigo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s